CLUBES

Ao observar a rotina do cadete, verificamos que não é nada fácil executar o plano de trabalho oferecido: atividades diárias das sete da manhã às sete da noite, aulas, vôo e educação física. E os momentos de lazer? Nos fins de semana, quando não é possível ir para casa, o que fazer para descontrair e se desligar das atividades acadêmicas? As respostas para essas perguntas estão nos nossos Clubes.

Esses Clubes, uns criados na década de 70, outros mais recentes, são totalmente organizados e administrados pelos cadetes, o que possibilita a maior satisfação dos associados, os próprios companheiros.

Para os gaúchos, que tão poucas oportunidades têm de rever os entes queridos e os pampas, o CTG - Centro de Tradições Gaúchas - com o seu "Rincão da Saudade" (agradável local com um "galpão crioulo" e churrasqueiras) mantém vivo o sentimento de afeto pela terra deles e raízes.

Como os gaúchos, os mineiros também têm um lugar - o Clube das Gerais - que divulga e cultiva os valores da terra de Drummond. Cabe ressaltar que ambos os clubes não são freqüentados apenas por oriundos, mas também por todos os cadetes que se identificam com eles nas atividades.

Temos Clubes como o de Plastimodelismo, que, além de desenvolver a habilidade na construção de pequenos modelos, amplia nos cadetes os noçoes de aerodinâmica e estrutura das aeronaves, importantes na vida do piloto.

Para aqueles que preferem praticar esportes diferentes dos habituais, também existem opções, O Clube de Tênis, que faz um trabalho de base e avançado com seus filiados, possui três quadras, várias raquetes e dois canhões lançadores de bolas para treinamento. O Clube de Ciclismo é responsável pela organização de passeios ciclísticos, e une o esporte à atividade social. Os Clubes de Tae-Kwou-Dô e Karatê, para os adeptos das artes marciais, dão boas noções de defesa pessoal, muito importantes para o militar.

Se quisermos uma boa leitura, temos o Clube de Literatura, que oferece a seus sócios diversas obras de autores das mais variadas épocas. Descontração encontramos no Grupo de Teatro Amador "Tentativa". Fundado em 1986, o GTA - AFA vem desenvolvendo as técnicas de dicção, desinibição e improviso, e suas montagens, nestes dois anos, revelam um grande potencial de talento no Corpo de Cadetes.

Aprimorando conhecimentos já adquiridos e aprendendo novas técnicas, o Clube de Eletrônica propicia um contato prático e teórico com equipamentos e circuitos eletrônicos.

Na era do computador, não poderíamos ficar sem o Clube de Informática. Apesar de ter sido efetivado no ano de 86, só agora, na gestão 87, conseguiu firmar bases. Procurando ampliar o horizonte do cadete no que tange à Informática, o Clube proporciona a seus sócios aulas de linguagens BASIC e, hoje, conta com mais de cem sócios e nove microcomputadores.

Com o objetivo inicial de promover lançamentos e desenvolver projetos e pesquisas, nasceu o CPA (Clube de Pesquisas Aeroespaciais). Hoje, incentiva a pesquisa dos astros e promove palestras e visitas a observatórios astronômicos.

Possibilitando o contato com todas as regiões do País e do exterior, temos o Clube de Radioamadorismo. Além de proporcionar lazer, estimula a pesquisa e experiência com equipamentos de radioemissão e desenvolve o espírito de solidariedade inerente ao radioamador.

Não podemos esquecer dois clubes de fundamental importância para o combatente: os Clubes de Tiro e Orientação. O primeiro, já antigo no Corpo de Cadetes, funciona nas manhãs de domingo, para aprimorar a habilidade técnica dos associados. Alcança expressão estadual, tendo sediado, por diversas vezes, o Campeonato Paulista de Tiro. O segundo, bem mais recente, procura, com treinamentos e competições, melhorar o preparo físico dos cadetes e a habilidade de percorrer terrenos acidentados com apenas uma bússola e uma carta, simulando uma típica ação evasiva em caso de guerra.

Em 1987, foram criados dois novos Clubes com o objetivo de aproximar o cadete da natureza, tendo em vista a necessidade de se preservar e proteger nossa fauna e flora. São os Clubes de Proteção do Meio Ambiente e o de Pesca, que possuem um barco e estão sediados às margens do Rio Moji, No futuro, serão utilizados cavalos, motocicletas e até mesmo o helicóptero da AFA para melhor controle da área.



|


Turma Águia | Esquadrilha | Senta a Pua | www.davi.ws | ITA 96
Última atualização: novembro de 2008

Atenção: este site não guarda vínculo oficial com a FAB
Para informações, visite www.fab.mil.br