Missão e resumo histórico | Cursos | Perguntas mais frequentes

Cursos

CFOAV - Curso de Formação de Oficiais Aviadores

Os cadetes do CFOAV iniciam a instrução aérea no primeiro ano, voando o T-25 universal, avião de fabricação nacional, no qual voam cerca de 75 horas, passando posteriormente para o T-27 Tucano, turbohélice de instrução avançada, também de fabricação nacional, no qual voam cerca de 130 horas.

Nessas aeronaves, aprendem a desenvolver as qualidades de piloto militar, dominando seu avião em manobras de precisão, acrobacias, vôos de formatura e por instrumento, preparando-se, dessa forma, para um futuro emprego em operações bélicas, o que se verificará após quatro anos na Academia. Após a formatura, como Aspirante-a-Oficial Aviador, o destino é o Comando Aéreo de Treinamento (CATRE) em Natal-RN.

CFOINT - Curso de Formação de Oficiais Intendentes

Os cadetes do CFOINT estudam em laboratório de administração e intendência, onde aprendem a ciência e a tecnologia moderna da gestão econômico-financeira e dos serviços especializados de intendência e de suprimento técnico, preparando-se assim para as tarefas de um combatente de superfície, integrado ao Sistema Logístico do Ministério da Aeronáutica.

Após quatro anos de Academia, são declarados Aspirantes-a-oficial e começam suas atividades administrativo-operacionais nas diversas organizações do Minsitério da Aeronáutica, distribuídas por todo o Território Nacional.

Os CFOINT é o único da Academia da Força Aérea que admite candidatas para o Corpo Feminino da Aeronáutica.

CFOINF - Curso de Formação de Oficiais de Infantaria

Os cadetes do Curso de Formação de Oficiais da Infantaria da Aeronáutica estudam métodos de defesa e segurança das instalações militares, emprego de defesa antiaérea de aeródromos e sítios, comando de frações de tropas e de equipes contra-incêndio, legislação militar e emprego de armamento, serviço militar e mobilização.

É ministrada instrução de pára-quedismo, capacitando-os ao desempenho de suas missões de ataque e resgate.

Após os quatro anos de formação acadêmica, são declarados Aspirantes-a-oficial e começam suas atividades operacionais de combatente terrestre, como elemento-chave do Ministério da Aeronáutica, em todo o Território Nacional.


Vista aérea da Academia da Força Aérea, Pirassununga-SP - 2002

Turma Águia | Esquadrilha | Senta a Pua | www.davi.ws
Última atualização: 16 de Junho de 2017


Atenção: este site não guarda vínculo oficial com a FAB
Para informações, visite www.fab.mil.br