AMIGO!

Tempo e distância não podem interromper o companheirismo.




     Aniversariantes de Setembro     
3 - Paulo, Arturo, Bonilha
4 - Floriano
5 - Madeira
7 - Claudio Honório, Ramon
8 - Baldini
9 - Feijó, Elimar
10 - Roberto, Dias Gomes
13 - Linhares
14 - Garcez
16 - Medeiros (84)
18 - Cardoso, Eiras
20 - Arnaldo
24 - Cleber, Marcel, Sirin
25 - Naccaratto, Jefferson
28 - Fleury
29 - Luciano

Turma Águia

EPCAR (Barbacena-MG) 81/83
AFA (Pirassununga-SP) 84/87

A história da nossa turma começou em 08 de fevereiro de 1981 em Barbacena-MG. Naquele dia se reuniu pela primeira vez um grupo de 231 jovens dispostos a conquistar a carreira de Oficial da Força Aérea Brasileira.

Na Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR) passamos três anos equivalentes ao 2º grau em regime de internato e sob a disciplina militar. Sofremos com o frio, com a comida do rancho e com a saudade de casa. "Cepamos" muito, fizemos "suga", corridas, marchas, acampamentos, corretivos, vibramos com os campeonatos internos e desfiles de sete de setembro, pulamos o muro e até hasteamos aquela maldita latinha...

Nessa época um samba composto pelo Abel ficou famoso e logo a Turma o cantava como um verdadeiro hino...

     Iniciando uma parada
     Subimos o primeiro dos degraus
     E, no topo dessa escada
     O ponto final é um par de asas douradas

     Olê, Olê, Olê, Olá
     Se eu tenho um desejo a EPCAR vai realizar

     Abram caminho
     Para nossa vibração
     Delirantemente, bate mais forte o nosso coração

     Porque isto é sensacional (sensacional)
     Aluno rico, aluno pobre
     Na Escola somos nobres
     Brigando por um ideal

     Varia o Mundo
     Varia a vida sem parar
     Daqui a tempos terás asas
     Um bom futuro alcançarás

Depois de muita "ralação" e um de exame médico pra lá de rigoroso na EPCAR, dos 190 integrantes da Turma que se formaram, 135 seguiram para a Academia da Força Aérea (AFA), em 1984. Já no primeiro dia ficamos conhecendo nossos 131 novos companheiros civis (incluindo 6 estrangeiros da Bolívia, Panamá e Venezuela), os chamados "PQDs", e então a Turma ganhou um nome, um novo símbolo desenhado pelo Pires e um grito de guerra assinado pelo Honório:

Caçadores!!
Avante! As águias 84 vão sair para lutar
Fazendo de suas vidas o sonho de voar
Lutar, caçar, vencer, eis o ideal
Dos grandes caçadores no combate triunfal
A Espada Alada a guerra vai ganhar
E além do firmamento o inimigo vai buscar
Somos 84 e nosso lema é conquistar
Força Aérea, guerreiros 84
Foto da Turma 81 na primeira semana na EPCAR, fevereiro de 1981

Águias tombadas