Nosso Patrono: ALBERTO BERTELLI

     Alberto Bertelli nasceu no dia 3 de outubro de 1914 numa fazenda no município de São Roque em São Paulo, mudando-se cinco anos mais tarde para a capital.

     Como qualquer criança teve uma infância normal, cujas lembranças serviram de alento para toda sua vida, principalmente a da visita do Rei Humberto da Bélgica, que, quando em São Paulo, fôra acolhido por 3 aviões, os quais fizeram acrobacias que ele, Alberto Bertelli, não esqueceu jamais.

     Inicialmente o jovem Alberto Bertelli optou pelo automobilismo, entusiasmado pelo modelo que seu pai adquiriu em 1922; porém, com uma exibição a que assistiu maravilhado em 1935 e sua mudança para perto do Campo de Marte, Bertelli resolve começar a freqüentar os meios de aviação.

     A partir daí, começaram as verdadeiras dificuldades, que foram desde a sua diferença de condição social para os outros frequentadores até a falta de apoio da família, amigos e do próprio patrão, quando a eles declarou o desejo de voar.

     Durante toda a vida Bertelli enfrentou os mais variados inconvenientes, inclusive acidentes de aviação que quase lhe roubaram a vida. Mas tudo Bertelli soube enfrentar utilizando-se de sua humildade e nobreza de espírito, característica daqueles que, em amor ao que se dedicam, conseguem galgar os mais altos degraus.

     Sabemos agora, que por seu caráter e pelos seus atos, Alberto Bertelli foi a última figura legendária da aviação brasileira, o último representante da aviação romântica, proveniente de uma saga de homens em extinção.



|

Turma Águia | Esquadrilha | Senta a Pua | www.davi.ws | ITA 96
Última atualização: novembro de 2008

Atenção: este site não guarda vínculo oficial com a FAB
Para informações, visite www.fab.mil.br